Características Codependentes

 


Estes exemplos de Padrõe e Características da Codependência são uma das bases que CoDA disponibiliza para auto análise, que nos ajudam em nossa autoavaliação, a fim de buscarmos identificar em que grau estes comportamentos nos afeta. Você pode se identificar com alguns ou todos estes comportamentos. Aqui mencionamos alguns apenas exemplos, as características de cada padrão não são limitadas ou definidas apenas por esta listagem, os padrões variam de acordo com cada pessoa. 

 


PADRÕES DE NEGAÇÃO:

  • Têm dificuldade em identificar o que estão sentindo 
  • Minimize, altere ou negue como eles realmente se sentem. 
  • Perceber-se como completamente altruísta e dedicado ao bem-estar dos outros 
  • Falta empatia pelos sentimentos e necessidades dos outros. 
  • Rotule os outros com seus traços negativos. 
  • Acham que podem cuidar de si mesmos sem a ajuda de outros. 
  • Mascare a dor de várias maneiras, como raiva, humor ou isolamento. 
  • Expresse negatividade ou agressão de forma indireta e passiva.
  • Não reconheça a indisponibilidade daquelas pessoas pelas quais eles são atraídos.


 

PADRÕES DE BAIXA AUTOESTIMA:

  • Julgue o que eles pensam, dizem ou fazem duramente, como nunca é bom o suficiente. 
  • Têm vergonha de receber reconhecimento, elogios ou presentes. 
  • Valorize a aprovação dos outros de seus pensamentos, sentimentos e comportamento sobre a sua própria. 
  • Não se percebam como pessoas amáveis ou dignas de valor. 
  • Busque reconhecimento e elogios para superar se sentir inferior. 
  • Tem dificuldade em admitir um erro. 
  • Precisa parecer estar bem aos olhos dos outros e pode até mentir para ficar bem. 
  • São incapazes de identificar ou pedir o que precisam e querem. 
  • Perceba-se como superior aos outros. 
  • Olhe para os outros para fornecer sua sensação de segurança. 
  • Tem dificuldade em começar, cumprir prazos e concluir projetos. 
  • Ter problemas para definir prioridades e limites saudáveis.
  • Tem dificuldade em tomar decisões. 

 

PADRÕES DE CONFORMIDADE:

  • São extremamente leais, permanecendo em situações prejudiciais por muito tempo. 
  • Comprometer seus próprios valores e integridade para evitar rejeição ou raiva. 
  • Deixar de lado seus próprios interesses para fazer o que os outros querem. 
  • São extremamente vigilantes em relação aos sentimentos dos outros e assumem esses sentimentos. 
  • Têm medo de expressar suas crenças, opiniões e sentimentos quando diferem dos outros. 
  • Aceite a atenção sexual quando eles quiserem amor. 
  • Tome decisões sem levar em conta as consequências. 
  • Desista de sua verdade para ganhar a aprovação dos outros ou para evitar mudanças. 
     

PADRÕES DE CONTROLE:

  • Acreditar que as pessoas são incapazes de cuidar de si mesmas. 
  • Tente convencer os outros o que pensar, fazer ou sentir. 
  • Oferecer livremente conselhos e orientações sem ser solicitado. 
  • Fique ressentido quando os outros recusam sua ajuda ou rejeitam seus conselhos. 
  • Presentes e favores generosos para aqueles que eles querem influenciar. 
  • Use a atenção sexual para obter aprovação e aceitação. 
  • Tem que se sentir necessário para ter um relacionamento com os outros. 
  • Exija que suas necessidades sejam atendidas por outros. 
  • Use charme e carisma para convencer os outros de sua capacidade de ser carinhoso e compassivo. 
  • Use a culpa e a vergonha para explorar os outros emocionalmente. 
  • Recuse-se a cooperar, transigir ou negociar. 
  • Adote uma atitude de indiferença, impotência, autoridade ou raiva para manipular os resultados. 
  • Use o jargão de recuperação na tentativa de controlar o comportamento dos outros. 
  • Finja concordar com os outros para conseguir o que eles querem. 

 

PADRÕES DE EVITAÇÃO:

  • Agir de maneira que convide os outros a rejeitar, envergonhar ou expressar raiva em relação a eles. 
  • Julgue duramente o que os outros pensam, dizem ou fazem. 
  • Evite a intimidade emocional, física ou sexual como forma de manter a distância. 
  • Permita que vícios em pessoas, lugares e coisas os distraiam de alcançar a intimidade nos relacionamentos. 
  • Use comunicação indireta ou evasiva para evitar conflitos ou confrontos. 
  • Diminua sua capacidade de ter relacionamentos saudáveis recusando-se a usar as ferramentas de recuperação. 
  • Suprima seus sentimentos ou necessidades para evitar se sentir vulnerável. 
  • Puxe as pessoas em direção a eles, mas quando os outros se aproximarem, afaste-os. 
  • Recusa a desistir de sua vontade própria para evitar se render a um Poder Superior a eles. 
  • Acreditar que demonstrações de emoção são um sinal de fraqueza. 
  • Suspender expressões de apreço.

 

​​​​​​​* Este documento não pode ser reimpresso sem o consentimento prévio e por escrito de Co-Dependents Anonymous, Inc., mas pode ser reimpresso do nosso website para uso por membros da Irmandade de CoDA. Copyright © 2010 Co-Dependents Anonymous, Inc. and its licensors – All Rights Reserved. 

  •  
Selos
  • Site Seguro

Codependentes Anonimos - CNPJ: 08.315.403/0001-31 © Todos os direitos reservados. 2022