Praticando os Doze Passos e as Doze Tradições

Só Por Hoje de CoDA
14 de dezembro de 2018

O Livro de Prática dos Doze Passos e Doze Tradições é o resultado de um longo e gratificante processo de consciência de grupo.

Este projeto teve início quando um grupo de membros de CoDA começou a se reunir cada semana para discutir um Passo e sua Tradição correspondente. Depois de escreverem seus diálogos, o material foi enviado ao Comitê de Literatura de CoDA para editá-lo e reescrevê-lo. O Comitê apresentou as versões editadas na Conferência de Serviço de CoDA para sua aprovação. Logo foi impresso e distribuído entre a Irmandade.

Aqueles que participaram deste projeto experimentaram considerável recuperação através do processo de consciência de grupo. Sentimo-nos agradecidos pela oportunidade de haver servido à Irmandade de Codependentes Anônimos.

Conforme preparamos o material de estudo para o grupo, ficou evidente que os Passos abrangem três áreas:
  • Identificar nossas características codependentes e suas manifestações em nossas vidas: NOSSA EXPERIÊNCIA;
  • Utilizar as ferramentas em nosso Programa: NOSSA FORÇA; e
  • A recompensa ao utilizar estas ferramentas e experimentar recuperação: NOSSA ESPERANÇA.

Descobrimos que as Tradições nos guiam enquanto praticamos a nossa recuperação, prestando nosso serviço e vivenciando nosso Programa.

Através deste Livro de Prática, veremos que nos referimos à codependência como uma doença. Para muitos do nosso grupo isso foi muito útil – talvez necessário – para poder compreender os efeitos da mesma. Também, identificar quando se apresentam os sintomas da codependência e aprender a aplicar as ferramentas do Programa (autoestima e autocuidado) ao nos recuperar. Foi útil compreender que necessitamos nos recuperar da codependência, com os mesmos cuidados que tomamos ao tratar quaisquer outras enfermidades.

Este pensamento traz para muitos de nós uma sensação de aceitação constante acerca da nossa codependência, enquanto caminhamos a estrada da recuperação. Tal como compartilhou uma pessoa em nosso grupo: “quando escuto os outros se referirem à codependência como uma doença, tenho a sensação de que a libertação da minha codependência está sob minha responsabilidade. Posso libertar-me da vergonha e da culpa e avançar”.

Comitê de Literatura do CoDA Mundial

Não deixe de adquirir e ler esta importante peça da Literatura de CoDA, traduzida para o português e lançada em Setembro de 2012 (disponível em todos os Grupos de CoDA do Brasil). Saiba mais detalhes clicando aqui.

Podemos te Ajudar?