Você precisa de uma reunião de CoDA?
set22

Você precisa de uma reunião de CoDA?

As perguntas a seguir servem para identificar possíveis padrões de codependência. Somos conscientes que o Autoconhecimento é um assunto muito sério e por sua vez pessoal. Esperamos que estas perguntas possam ser-lhe úteis… Você se sente responsável por outra pessoa? Pelos seus sentimentos, pensamentos, necessidades, ações, escolhas, vontades, bem-estar e destino? Você sente ansiedade, pena e culpa quando outras pessoas têm...

Read More
Como adquirir a literatura oficial de CoDA
jul21
Read More
Estabilidade no serviço em CoDA
fev15

Estabilidade no serviço em CoDA

Em maio de 2003 comecei a entender como estabilizar meu serviço ao CoDA é parte importante da minha vida. Precisando de toda a estabilidade que pudesse obter, este entendimento levou-me, posteriormente, a assumir o encargo de coordenador do Comitê de Divulgação. Quando ingressei no CoDA, estava em crise pessoal e não era capaz de assumir e prestar nenhum serviço de qualidade. Minha história inclui o envolvimento desordenado e...

Read More
Tirando o foco da tristeza
fev15

Tirando o foco da tristeza

Tenho estado distraída comigo mesma. Não quero sentir a dor da perda e a tristeza no meu coração que toca fundo a minha alma. Gostaria que eles estivessem aqui novamente, só mais uma vez. Gostaria de vê-los, cheirá-los, tocá-los, enfim, estar com eles. Sinto muita falta do meu marido. Quando seu diagnóstico chegou eu chorei. A dor e o medo vieram tão de repente! Tive que me afastar e chorar, pois ele não queria ver minhas lágrimas. De...

Read More

Coisas Boas

Acabei de ler uma de nossas afirmações, “Mereço as coisas boas que acontecem na minha vida hoje” e isso me pegou de surpresa. Como co-dependente com uma história de alcoolismo, meu foco e energia sempre foram dirigidos a tentar evitar que grandes catástrofes acontecessem com os outros e comigo. Parecia que as coisas boas que aconteciam com os outros estavam fora do meu alcance, sequer eram uma possibilidade, pois eu me sentia um...

Read More
Meu caminho até aqui
fev15

Meu caminho até aqui

Uma vez que a natureza da existência humana está nos relacionamentos e minha doença me impedia de manter relacionamentos saudáveis, comecei a perceber que estava em péssima situação. Imagino a doença da codependência como uma árvore. Suas raízes são os abusos e a negligência que sofri na infância. Os galhos são o modo como me defendia para sobreviver. Tanto as raízes quanto os galhos precisam ser curados. Não posso parar de agir como...

Read More